Publicado em

Programa Baby Signs®: uma janela para a mente dos bebés

Quantas pessoas já se questionaram sobre o que se passa na mente de um bebé, que vive num mundo com tantas coisas a acontecerem à sua volta? Vou partilhar contigo, neste artigo, alguns momentos reais em que bebés puderam abrir a janela das suas mentes e partilhar exatamente o que lá se passava…muito antes de conseguirem falar!

Apesar de sabermos que eles são umas “esponjinhas” do que os rodeia, não sabemos exatamente o que os bebés estão a captar e interpretar…até que falem ou usem esta ferramenta dos gestos.

Esta é a primeira história:

Uma das nossas Instrutoras, Fátima Mendes, contou-me uma das suas histórias pessoais com o seu bebé talentoso nisto dos gestos! Estava o pai a limpar o forno na cozinha, quando o seu pequenino (de cerca de 15 meses na altura), aponta para o forno (como faz quando quer saber o que são as coisas). Perante isto o pai diz “isto é o forno e está porco!”. Imediatamente o pequenote faz o gesto do animal porco! O que deu a oportunidade ao pai de explicar que não é o mesmo que o animal porco, e que o que ele queria dizer é que o forno estava sujo!

Conseguem imaginar-se a ter esta conversa com um bebé de 1 ano?

A segunda história que quero partilhar convosco passa-se com um bebé de 11 meses:

O filho de outra das nossas Instrutoras, Eliane Félix, assistia à brincadeira do mano mais velho com a mãe que atiravam aviões de papel. Cada vez que arfavam para a ponta do avião para fazê-lo voar, o mais novo ria-se perdido! Quando de repente revela onde estava a piada. Ele começa a fazer o gesto de “cão” que tem exatamente o mesmo arfar que a mãe e irmão estavam a fazer no avião.

A cumplicidade da relação de manos é maravilhosa.

Artigo relacionado: 11 Beneficios que pais e profissionais adoram no Programa Baby Signs

A terceira história passa-se numa creche em Portugal:

Uma educadora que participou no workshop para profissionais de 1ª Infância, implementou os gestos na sua sala. E há um dia que uma menina de 1 ano vem ter com ela a “bater” na cabeça, gesto semelhante ao chapéu. Perante o gesto a educadora pegunta se ela quer o seu chapéu. E a resposta foi outro gesto: “dói-dói”. Ah, fizeste um dói-dói na cabeça? A menina abana a cabeça a indicar que sim e foi apontar onde se tinha magoado.

São maravilhosos os benefícios que os educadores de infância têm com grupos inteiros de bebés a comunicarem de forma eficaz.

Artigo relacionado: Nunca subestime o Poder de um Gesto

E a última história passou-se com o meu filho aos 11 meses:

Estava ele no seu quarto, quando olha para dentro da caixa de livros e começa a fazer o gesto de “Gato”. E eu perguntei-lhe se ele via um gato na caixa, ao que ele sorriu e repetiu o gesto. Eu disse-lhe que não havia nenhum gato naquela caixa, ao que ele insistia em mostrar-me o gesto de “Gato”. E fui verificar e estava lá, na capa de um livro o Gato que ele estava a ver.

Momentos de partilha que estreitam laços entre pais e bebés.

Artigo relacionado: O Primeiro Gesto é tão especial quanto a primeira palavra

 

E como estas há milhares de outras histórias por todo o mundo contadas por centenas de famílias e profissionais que vivem diariamente com bebés e usam o Programa Baby Signs®.

É de facto mágico poder ter acesso à mente dos mais novos e ajudá-los a interpretar o mundo que os rodeia. Eles mostram-se orgulhosos por nos conseguirem comunicar aquilo que eles querem e precisam e recebem muito mais conversas e atenção de volta.

Logo que tenhas oportunidade frequenta um workshop para pais ou profissionais, porque eles não são pequeninos para sempre, e os benefícios são para a vida toda!

 

Um dia feliz

Sabla D’Oliveira

 

 

Deixe uma resposta

O seu endereço de email não será publicado. Campos obrigatórios marcados com *

Ao publicar um comentário neste site, concordas com a politica de privacidade do site acerca de como os teus dados são guardados e geridos.

Este site utiliza o Akismet para reduzir spam. Fica a saber como são processados os dados dos comentários.